Clube do Canário da terra

 Canto - Fibra - Mutações

Reunião com novo presidente do Ibama

O novo presidente do IBAMA, Volney Zanardi, afirmou nesta quarta-feira (11) que até o dia 21 de agosto o sistema estará pronto para ser iniciada a entrega das anilhas aos criadores amadoristas. Os anéis são indispensáveis para a prática da atividade de criação de pássaros não estavam sendo disponibilizados a cerca de três anos ao criador amadorista. A informação foi repassada durante audiência solicitada pelo deputado Nelson Marquezelli, coordenador da Bancada Eco Passarinheiro.

Com o objetivo de reestabelecer um diálogo entre o Instituto e os criadores o coordenador da Bancada Eco Passarinheiro destacou que os passarinheiros são os maiores interessados no combate ao tráfico de animais e ao contrabando. “Estamos aqui para servir como uma mão amiga, os criadores de pássaros são os grandes defensores da preservação das espécies”, enfatiza Marquezelli.

Na oportunidade, o presidente também informou que o órgão colocará até o final de setembro para a apreciação a Lista Pet (espécies que poderão ser criadas como animais de estimação). Segundo os criadores faz mais de três anos que não há registro de novos criadores em função da Lista Pet.

Volney disse ainda que a Ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, quer fazer com que o Instituto seja uma referência. Afirmou que irá receber todas as sugestões por parte dos criadores, principalmente, em relação às alterações da Instrução Normativa Nº10. Ainda durante a audiência pode-se perceber a angustia e o relato de quem está no ramo.

Em relação à Lei Complementar Nº 140 ressaltou que já tomou providência no sentido de assinar “acordo de cooperação” do IBAMA com os Estados para a elaboração de um plano de gestão de fauna. Ficou também estabelecido à criação de um Grupo de Trabalho, composto da área científica, representantes dos criadores e técnicos do IBAMA para revisar e propor novos textos com respeito às normativas que cuidam da criação de aves nativas em domesticidade.

Na audiência estiveram presentes técnicos, diretores e secretários do IBAMA e do Meio Ambiente. Além de representantes dos membros da Bancada Eco Passarinheiro e a deputada Marinha Raupp.  

EDITAL DAS ANILHAS

 

 

DIRETORIA DE USO SUSTENTÁVEL DA BIODIVERSIDADE E FLORESTAS

 

AVISO DE CREDENCIAMENTO No- 1/2012

 

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – IBAMA

torna público e para conhecimento

dos interessados, que estará procedendo ao Credenciamento de pessoas

jurídicas para fabricação e distribuição de anilhas a serem adquiridas

e pagas pelos criadores de aves silvestres autorizados pelo

IBAMA, Processo n° 02001.004061/2011-22, previsto na Instrução

Normativa IBAMA n° 16, de 14 de dezembro de 2011. Antes de

realizar a inscrição, o interessado deverá conhecer o Edital e as

Instruções Normativas IBAMA n° 16/2011 e 03/2012, disponíveis no

e certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos. Os

interessados deverão se inscrever para participar do processo de credenciamento,

entre os dias 16 e 20 de abril de 2012, enviando para o

e-mail [email protected] o Requerimento de Credenciamento

preenchido, conforme Anexos das Instruções Normativas IBAMA n°

16/2011 e 03/2012, sob o título "Inscrição no Processo de Credenciamento

para Fabricação e Distribuição de Anilhas".

REGINALDO ANAISSI COSTA

Diretor

 

Publicado no DOU – Seção 3 – nº 63, de 30-03-3012, p. 142.

 

REUNIÃO NO MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE

 

Pássaros são tema de discussão no Meio Ambiente

Deputados cobram soluções para reivindicações dos criadores de pássaros em encontro com a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira. Em reunião nesta quarta-feira (21), os parlamentares membros da Bancada Eco Passarinheira apresentaram uma pauta com os fatores prejudiciais a pratica da atividade.
Segundo o coordenador da Bancada, deputado Nelson Marquezelli, além de uma regulamentação adequada o fornecimento de anilhas é o principal problema enfrentado pela categoria na atualidade. “Há mais de três anos tentamos resolver essa situação. Todos os dias recebemos uma série de queixas por parque de criadores de todo o país alegando que pagaram e ainda não receberam as anilhas”, reintera o parlamentar.
Na oportunidade, os demais deputados presentes, deputado Otávio Leite, Sandro Mabel, Carlaile Pedrosa e Luiz Carlos Heinze, também enfatizam a demora no processo de liberação do sistema de cadastramento. Os parlamentares destacaram a luta diária de quem desenvolve a atividade de forma legalizada.
Marquezelli fez questão de informar ao presidente do IBAMA, Curt Trennepoh, e o Secretário de Biodiversidade e Florestas, Roberto Brandão Cavalcanti, que acompanharam a reunião que os criadores são os mais interessados no combate ao tráfico de animais e ao contrabando. Para o deputado é importante que os criminosos sejam diferenciados dos passarinheiros.
Em resposta aos deputados à ministra se posicionou favorável para resolver os problemas. Diante do atual empasse levantado pelo presidente do IBAMA (a suspensão do edital de credenciamento das fábricas pelo parecer da AGU que questionou a competência do IBAMA frente à Lei complementar n. 140, que transfere para os Estados a questão relativa à fauna), solicitou nova audiência com a presença do ministro da AGU, Luiz Adams.
Na oportunidade, a ministra espera encontrar um encaminhamento jurídico para solucionar a questão. Informou ainda que o ministério está a disposição para atender os deputados e trabalhar em comum acordo para que haja um entendimento entre o setor e o IBAMA.
Veja as fotos:

 

RESULTADO DO TORNEIO DOS CAMPEÕES - COBRAP - RIBEIRÃO PRETO

Resultado dos canarios etapa dos Campeões Cobrap do Dia 29/01/2012

1- LDU com 232 (sr. Ademir) Ribeirão Preto
2- Martin com 190 (sr.Ismar Ribeiro) Ribeirão Preto
3- Sobrenatural com 150 (Sr. Roberto Fantaccini) Ribeirão Preto
4- Pavaroti com 136 (José Roberto) Ribeirão
5- Atrevido com 135 (Antonio Sanches) FEOMG

REUNIÃO COBRAP 29/01/2012 - DEFINIÇÃO DAS DATAS DE TORNEIO 2012

Memória da Reunião COBRAP do dia 28.01.12

Reunidos nas dependências do Hotel Prince em Ribeirão Preto SP os diretores de entidades estaduais e da COBRAP, discutiram assuntos pertinentes à categoria e decidiram o seguinte:

Lei 140 - Assunção pelos Estados das questões que envolvem a criação de animais nativos: Iremos auxiliar as autoridades estaduais a assumir as atividades, o mais rápido que for possível, inclusive porque os novos criadores amadoristas e comerciais estão obstaculizados. Será preciso o envolvimento total das Federações nesse mister para que não continue havendo solução de continuidade para a criação. 

Realização do Torneio COBRAP a partir de 2013 - Ficou decidido que nos estados onde não haja Federação não será mais realizado torneio nacional COBRAP, com a recomendação de que o Espírito Santo e o Nordeste agilizem a formação das respectivas federações. 

CALENDÁRIO TEMPORADA 2012/13:
26/08/12 - BRASILIA DF - Completo;
09/09/12 - CAMPO GRANDE MS - Fibra Bicudo e Curió;
09/09/12 - VITÓRIA ES - Fibra Coleiro e Trinca; 
30/09/12 - RIO DE JANEIRO RS - Fibra Bicudo, Coleiro, Curió e Trinca; 
14/10/12 - RIBEIRÃO PRETO SP - Completo; 
28/10/12 - PARANÁ - Completo (menos canário terra fibra);
11/11/12 - SÃO JOSÉ DOS CAMPOS SP - Completo;
16/12/12 - CONTAGEM MG - Completo;
13/01/13 - RECIFE PE - Canário e Coleiro;
27/01/13 - RIBEIRÃO PRETO SP - CAMPEÕES 

Aloísio Pacini Tostes
COBRAP
 

NOTÍCIAS DO IBAMA

Amigos, boa tarde.

Acabei de conversar no escritório regional do Ibama em Uberlândia e fui informado que chegou um ofício de Brasília determinando que fossem suspensos novos cadastros de criadores amadores de pássaros, pois toda a operação do Sispass, deverá ser feita pelos estados a partir de agora. Porém por sua vez o Estado , pediu um prazo de 3 anos para se adequar a esta realidade. Com tudo isso me parece pouco provável que haverá liberação de anilhas nos próximos meses e talvez até nos próximos anos , se começar esse novo lenga lenga, de quem irá administrar o Sispass.
Espero que eu esteja errado nesta última colocação.

Tendo mais notícias iremos informando aos amigos.

 

ESCRITO EM 18/01/2012 por Lincoln Cappae 

FUNDADOR DO RENCTAS APOIA CRIAÇÃO EM CATIVEIRO 

 

COMÉRCIO DA VIDA SILVESTRE: O ÉTICO E O ILEGAL
Dener Giovanini

Artigo publicado originalmente no Jornal do Brasil / JB Online - em 04/03/2009

Comércio da vida silvestre: o ético e o ilegal



A Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres (Renctas) completa, em 2009, 10 anos de atuação no combate a essa atividade criminosa que tantos danos causa a nossa biodiversidade. Nesse período acumulamos experiência e adotamos várias estratégias no sentido de obtermos êxito em nossos objetivos.



As vitórias foram maiores que as derrotas. Conseguimos lançar luz sobre um tema até então pouco falado e conhecido no Brasil. Mobilizamos a opinião pública com o apoio da imprensa e obtivemos grande sucesso diante da necessidade de construirmos uma política pública eficaz para enfrentar esse problema. FORAM QUASE 4 MIL AGENTES PÚBLICOS TREINADOS EM 17 WORKSHOPS REALIZADOS NO PAÍS, DIVERSAS PUBLICAÇÕES SOBRE O ASSUNTO E INCONTÁVEIS AÇÕES DESTINADAS A CONTRIBUIR COM A FORMAÇÃO DE UMA NOVA CONSCIÊNCIA AMBIENTAL.



Hoje, percebemos que estamos diante da necessidade de uma nova forma de atuação. Não adianta mais nos repetirmos. O que precisava ser feito, o foi, com ousadia, determinação e seriedade. Hoje o Brasil sabe que o tráfico de animais existe e que o mesmo não é apenas uma maneira alternativa e inocente de um cidadão ganhar um dinheirinho extra. As CPIs das quais tivemos oportunidade de participar e contribuir constataram a abrangência dessa atividade ilícita e, principalmente, o nível altamente profissional das quadrilhas que atuam nesse ramo, muitas vezes associadas ao tráfico de armas e de drogas.



A necessidade de uma nova postura e atuação frente a esse crime ambiental origina-se, principalmente, no fato de precisarmos buscar uma alternativa eficiente que impacte diretamente na diminuição da demanda por parte da sociedade. A legislação ambiental precisa ser aprimorada e a repressão mais aparelhada, mas em essência, só isso não basta. A diminuição da demanda passa necessariamente por duas discussões fundamentais: uma forte iniciativa educativa, no sentido de desestimular a compra, pela sociedade, de animais oriundos do comércio ilegal e, a mais polêmica: definir claramente o papel da criação comercial no combate ao tráfico de animais silvestres.



Parte do movimento ambientalista não admite sequer debater a segunda alternativa.Alegam que o comércio legal é antiético por comercializar a vida, que gera lucros exorbitantes para os criadores e que os preços praticados no mercado legal – altíssimos – não afastam o consumidor do mercado ilegal.


Esses argumentos merecem respeito e, principalmente, reflexão. Porém, é necessária uma visão anticartesiana. Uma reflexão com base em fatos e não apenas em paixões. A começar devemos – sempre importante – lembrar que vivemos numa democracia, onde existem leis que nos garantem o respeito às diferenças. E a lei, nesse caso, garante ao cidadão o direito de possuir um animal silvestre de forma legal, oriundo de um criadouro devidamente credenciado pelo Ibama.


Os tais lucros exorbitantes dos criadouros, que agem dentro da lei, não parecem corresponder à realidade, uma vez que o investimento numa criação comercial é uma atividade bastante onerosa, o que explica, em parte, o alto preço de venda desses animais. E o mercado consumidor, apesar de ser imenso, na prática ainda é tímido. A burocracia brasileira ainda emperra o crescimento do setor.

Quanto ao "comércio de vidas" é um argumento baseado em convicções pessoais, para o qual não existe a possibilidade de debate. E em conflitos que envolvem moral e ética invoca-se o respeito à diferença, ou seja, a aplicação da lei. Se a lei existe, certa ou errada, deve ser cumprida e, neste caso especifico, a nossa legislação, como já dito, permite o comércio da fauna silvestre. Assim como permite o comércio de outros tipos de vida, como a madeira, o frango, o boi e o escargot. Cabe a cada um apenas aplicar a sua consciência pessoal no momento de optar pela aquisição ou não de um animal silvestre oriundo de criadouro. Aos que discordam, cabe apelar ao parlamento para que a lei seja mudada.

O Brasil não irá avançar no combate ao tráfico de animais silvestres – e num plano geral, na conservação da biodiversidade – enquanto não adotar uma posição clara e objetiva sobre a criação comercial. É necessário que se tenha coragem política para assumir uma postura definitiva, mesmo que seja uma decisão que desagrade os gregos ou os troianos. A falta de transparência só favorece àqueles que se alimentam da obscuridade.


A Renctas está disposta ao debate público. Mas que seja um debate que se concentre em soluções democráticas para o país, e não apenas em interesses setoriais de ambientalistas ou de criadores. Não se trata de discutir se permite-se ou não a criação comercial – isso a lei já definiu – mas é necessário que o governo estabeleça quais serão as regras a serem seguidas e quais os seus planos para uma fiscalização eficiente do setor, que expurgue desse meio aqueles que só querem uma fachada legal para enriquecer às custas da ilicitude. Hoje, quem se dedica a criação de fauna silvestre no Brasil com o objetivo de realizar um trabalho honesto, correto e dentro da lei, sejam criadouros comerciais, conservacionistas ou científicos, serão os primeiros aliados do governo na implementação de uma ação mais rígida na fiscalização.

E, se de fato, o governo federal quer alçar a criação comercial da fauna silvestre numa alternativa ao comércio ilegal, deverá obrigatoriamente implementar, através do BNDES, uma linha de crédito para financiar o setor e criar as condições necessárias para que os preços praticados no mercado sejam mais acessíveis ao consumidor.

Esse é o desafio para os próximos 10 anos da Renctas: ajudar a construir um país de verdade, onde o faz-de-conta perca espaço para ações corajosas e inovadoras na busca de soluções que a mantenham sempre no caminho da sua missão contribuir para a conservação da nossa rica biodiversidade.

Dener Giovanini é fundador e atual Coordenador Geral da Renctas.
www.renctas.org.br

 

ENTRA EM VIGOR A IN 10

Para quem não acessou o SISPASS após 05/01/2012.
"Entram em vigor a partir de hoje, 05/01/2012, as alterações definidas na IN IBAMA 10/2011
Dentre essas alterações podemos destacar:
Estabelecimento de limite de 35 anilhas a serem solicitadas por período de licença (artigo 9°).
Estabelecimento de limite de 35 transferências a serem solicitadas e/ou confirmadas por período de licença (artigo 10).
Estabelecimento de limite de 100 aves no plantel (artigo 5°).
Notificação aos criadores que permanecerem por mais de 30 dias sem aves no plantel (artigo 5°, §10).
Bloqueio de solicitação de anilhas para criadores com menos de 6 meses de registro no SISPASS (artigo 12).
Bloqueio de aves das espécies constantes no Anexo II, para os quais não é mais permitido a solicitação de anilhas, a declaração de nascimento nem a solicitação de transferência (artigo 31).
Bloqueio de solicitação de anilhas para aves com menos de 10 meses de vida (artigo 36, inciso II).
Notificação aos criadores que declararem mais de 30% de fuga de seu plantel (artigo 36).
Alteração da validade da Autorização de Transporte para 30 dias (artigo 43, §3°).
Notificação aos criadores que reiterarem declarações de roubo/furto (artigo 47).
Estabelecimento de período máximo de 90 dias para permanência de aves fora do domicílio por período de licença (artigo 43, §4°).
PUBLICADA A IN DAS ANILHAS

 

Assinada IN das Anilhas
Brasília 14/12/2011 - O presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Curt Trennepohl, assinou hoje (14/12) a Instrução Normativa das Anilhas. A publicação no Dário Oficial deve acontecer amanhã (15/12) ou sexta-feira (16/12) quando sairá o número da IN. A informação foi recebida pelos deputados Valdir Colatto (PMDB/SC) e Nelson Marquezelli (PTB/SP) no final da tarde desta quarta-feira em reunião com o Diretor de Uso Sustentável da Biodiversidade e Florestas (Dbflo), Reginaldo Anaissi Costa, na sede do Ibama em Brasília.
Durante a reunião os parlamentares questionaram como ficarão as superintendências estaduais com a aprovação da Lei Complementar 140/2011 que fixa normas de cooperação entre a União, Estados, o Distrito Federal e os Municípios nas ações administrativas decorrentes do exercício da competência comum relativas à fauna, no que diz respeito aos artigos 8º inciso XIX, “São ações administrativas dos Estados: XIX aprovar o funcionamento de criadouros da fauna silvestre”.
Anaissi Costa destacou que representantes dos 27 Estados juntamente com a área jurídica e técnica do Ibama estão reunidos nesta semana em Brasília discutindo a LC 140 para que haja uma interpretação única para os Estados promovendo uma uniformização dos procedimentos.
  
Mais informações
Assessoria de Imprensa – Deputado Federal Valdir Colatto (PMDB/SC)
Brasília (61) 3215.3708 e 8115.2828 – Jaque Bassetto     
Chapecó (49) 3328.1516 e 9121.9200 – Veruska Tasca

 

TORNEIO NACIONAL DE PARACATU  - COBRAP - FEOMG - SONM

TORNEIO NACIONAL DE PÁSSAROS TEMPORADA 2011 (PARACATU/MG) Data : 18/12/2011 Local: SESC LACES Endereço: RUA EURIDAMAS A.DE BARROS No 347 - BAIRRO LAVRADO 3860000- PARACATU(MG), fone (38) 3671-8011 falar com a Ângela, HOTÉIS CONVENIADOS PARA RESERVAS. Hotel Pousada das palmeira -Fone (38)3672-1310 endereço:R.Cel Lindolfo Garcia Adulto 1030- B. Alto do Córrego email:[email protected]s.com regime Café da Manhã Preço de Balcão Preço do dia Standard singele R$ 123,00 R$ 98,00 Standard duplo R$ 159,00 R$ 127,00 Standarde triplo R$ 188,00 R$ 149,00 Luxo single R$ 139,00 R$ 112,00 Luxo doble R$ 173,00 R$ 137,00 Luxo triplo R$ 205,00 R$ 164,00 Eldorado Hotel - fone (38) 36715500 www.eldoradohotel.com.br endereço: Av. Olegário Maciel 1210- Centro Regime- café da manhã apto casal: R$ 199,00 apto solteiro: R$ 169,00 Hotel Veredas: fone (38)3671-3366 site:WWW.Ada.com.BR/hotel email: [email protected] endereço:Rua Getulio de Melo Franco,333-Centro Regime- Café da manhã VALOR DA TABELA VR DO DIA Apto solo STF : R$ 118,00 R$ 100,30 Apto solt luxo(ar) R$ 145,00 R$ 123,25 Apto duplo std ou casal R$ 154,00 R$ 130,90 apto duplo luxo ou casal R$ 180,00 R$ 153,00 suite R$ 192,00 R$ 163,20 cama extra 25% vr da diária Hotel Tropical- fone (38)36716390 celular : Beto(38) 99941919 Endereço:Av. Olegário Maciel 1210 centro Regime: Café da Manhã apto individual R$ 80,00 apto duplo R$ 100,00 Hotel Luana- fone (38)3671-1425 email: [email protected] Endereço: Av. Dep.Quintino Vargas 349- Centro Regime Café da Manhã apto simples ind. : R$ 50,00 apto simples duplo: R$ 80.00 apto luxo ind. R$ 75,00 apto luxo duplo: R$ 95,00 apto triplo simp R$ 110,00 Lanusse Hotel - Fone (38)3672-6852/36726862 email: [email protected] endereço:Rua Ciriaco Francisco de Almeida , 171 - b.Amoreiras Regime- Café da Manhâ apto solteiro c/vent. : R$ 60,00 apto solteir c/ar: R$ 70,00 apto casal c/ar R$ 100,00 apto duplo c/ar R$ 130,00 apto solteiro triplo c/vent.R$ 120,00 Hotel Presidente Fone(38)3671-1217 endereço: Av. Olegario Maciel 581- Centro Regime: Café da Manhâ Apto simples ind R$ 45,00 apto simples duplo R$ 78,00 apto frig . indiv R$ 50,00 apto frig. duplo R$ 88,00 apto frig. triplo R$120,00 apto c/frig.casal R$ 88,00 apto casal comp. R$ 98,00 apto completo ind R$ 60,00 apto comp,.duplo R$ 98,00 apto comp. triplo R$130,00 

TORNEIO DE UNAÍ - 11/12/11 - BRASIL CENTRAL - FOGO / FEOMG

Torneio de Fibra Curió, Bicudo, Coleiro, Canário da Terra, Trinca Ferro
Data: 11/12/2011
Local : UNAÍ - MG
Itapuã Iate Clube - Rua Ursulino Brochado, 267
Recepção : Sábado 10/12 às 18:00 hs
Torneio : Domingo - Início das provas as 8:00 h

Mais informações: (38) 9961-1720 - (38) 8825-4656

Hoteis conveniados:

Ellus Hotel: (38) 3676-9729
Hotel Vip: (38) 3676-6702
HV Hotel: (38) 3676-4345
Halley Hotel: (38) 3676-3232